Vendemiatti concluiu vários projetos de arte próprios e em colaboração, sendo o destinatário de várias bolsas de arte, prêmios, patrocínios e bolsas. Encontre a seguir uma lista cronológica dos eventos relevantes em sua trajetória. Aplicando conhecimentos em leis de incentivo à cultura, criando projetos próprios e também em colaborações, Vendemiatti já conquistou diversas bolsas de arte, prêmios e patrocínios. Clique nas imagens abaixo para acessar os vídeos e fotos de alguns dos projetos.

BOLSAS, PRÊMIOS, DESENVOLVIMENTO E INFORMAÇÕES ADICIONAIS

2020 - Facilitou aulas e workshops online como resultado da pandemia COVID-19.

 

2019 - Ingressou no programa de estudo de música mundial na Codarts, com foco na música Makam turca e apresentação de violino.

 

2018 - Ingressou no Simon Shaheen & Qantara Ensemble em concertos como violinista no Roulette Hall (Nova York), no Smithsonian Museum (Washington D.C) e no Berklee College of Music (Boston).

 

2017 - Criou o grupo de performance colaborativa BiL, com alunos e professores da Berklee e do Boston Conservatory, e outros artistas de Boston.

 

2016 - ingressou no departamento de desenvolvimento de mídia da Berklee como editor de multimídia e produtor associado.

 

2015 - Recebeu bolsa de estudos para estudar na Berklee College of Music em Boston, EUA.

 

2014 - Recebeu o Prêmio Denilton Gomes de pesquisa e divulgação com “DesObra Dejavu” pela Viver Nucleo de Dança, São Paulo, Brasil.

 

2014 - Artist in Residence, colaboração com Marcos Abranches para a criação e performance de “Avessos” na SP Escola de Teatro, São Paulo, Brasil.

 

2013 - Recebeu o Prêmio Fomento a Dança pela circulação de “Desobra-Dejavu”, direção de José Maria Carvalho.

 

2013 - Colaboração em “Corpo sobre Tela” com Prêmio Denilto Gomes de Dança.

 

2013 - Compositor e Intérprete de “Modo de Ver” exibido em diversos espaços, entre eles Centro Cultural São Paulo, SESC Pinheiros e SESC São Carlos.

 

2013 - “Tronco no Véu” realizado em Piracicaba (Teatro Erotides de Campos), Campinas (UNICAMP), Botucatu (Teatro Municipal de Botucatu) e São Paulo (Teatro Sérgio Cardoso).

 

2012 - Recebe o Prêmio Fomento a Dança por “KAZE - Ventos”, com direção de arte de Toshi Tanaka.

 

2012 - Concedida a Bolsa PROAC para produção e circulação do “Tronco no Véu” no estado de São Paulo.

 

2012 - Recebe bolsa do 5º Fundo Sociocultural COMGAS para pesquisa e criação com o projeto Dança Acontecimento.

 

2011 - Recebe o Bolsa Fomento à Dança pela pesquisa e realização do projeto “DesObra - Dejavu”, com direção de arte de José Maria Carvalho.

 

2010 - Recebe o Prêmio Fomento à Dança pela pesquisa “O corpo em devir”.

 

2009 - Recebe Bolsa Fomento para criação de coreografia com "Era infinitamente maio - obra em negro, branco e rubro - Episódio III de Urutu branco".

 

2008 - Recebe a Bolsa Funarte Klauss Vianna para "Era infinitamente maio ... - Tatarana lagarta de fogo Episódio II".

 

2006 - Realizou “Tabus” no SESI de Piracicaba, com a artista Greice Arthuso e direção de arte de José Maria Carvalho.

 

2006 - Iniciou o treinamento em dança contemporânea e Método Feldenkrais com Greice Arthuso em Piracicaba, Brasil.